19 cidades mundiais garantem “carbono zero” em novos edifícios até 2030

Foi assinado um compromisso em agosto de 2018 em como os novos edifícios em 19 das principais cidades do mundo serão neutros em carbono. Um objetivo a cumprir até 2030, em cidades como Paris, Nova Iorque, Londres, Copenhaga, Joanesburgo, Los Angeles, Montreal, Newburyport, Portland, São Francisco, São José, Santa Mónica, Estocolmo, Sydney, Tóquio, Toronto, Tshwane, Vancouver e Washington.

Serão colocados em funcionamento vários programas de incentivo e apoios, tal como estudos sobre a despesa energética atual para reduzir a mesma. As 19 cidades signatárias garantiram que “utilizarão a energia de forma eficaz e responderão às necessidades a partir de fontes de energia sem combustíveis fósseis”.

Segundo o C40, até 2050, todos os edifícios, novos ou já existentes, terão de ser “carbono-zero”. Os edifícios que se situam em densas zonas urbanas são dos que mais emitem gases com efeitos de estudo: de acordo com a mesma fonte, mais de metade das emissões de uma cidade têm proveniência dos edifícios e em grandes cidades como Los Angeles, Londres e Paris, pode chegar até aos 70%.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*