Renováveis garantiram mais de metade do consumo em 2018

De acordo com os dados da REN – Redes Energéticas Nacionais, a produção renovável abasteceu 52% do consumo nacional em 2018, repartida pela eólica e hidroelétrica (cada uma com 23%), biomassa (5%) e fotovoltaica (1,5%). Por sua vez, a produção não renovável abasteceu os restantes 48%, repartida pelo gás natural (27%) e pelo carvão (21%).

Em 2018, o consumo de energia elétrica totalizou 50,9 Terawatts-hora (TWh), mais 2,5% face ao período homólogo, enquanto o índice de produtibilidade hidroelétrica anual fixou-se em 1,05 (média histórica igual a um) e o de produtibilidade eólica se situou em um, “em linha com o regime médio“.  Já o consumo de gás natural totalizou 64,9 TWh, com uma variação anual de menos 6,8%, o segundo consumo anual mais elevado de sempre, segundo com o comunicado, ultrapassado apenas pelo de 2017.