Soluções Siemens para a modernização das escolas

A reabilitação do parque escolar, que tem vindo a ser feita um pouco por todo o país e que até 2015 abrangerá 330 escolas, aumentou os consumos de energia de diversas infra-estruturas de ensino. Este incremento será compensado pelo aumento da eficiência destes edifícios, bem como a sua possível auto-suficiência em termos energéticos, através do recurso às energias renováveis, como, por exemplo, a instalação de sistemas fotovoltaicos. A Siemens, através da divisão Industry Automation do sector Industry, fornece soluções globais para este segmento de mercado. O parque escolar nacional tem vindo a ser intervencionado de diferentes formas, mas, melhorias como a das condições de ambiente interior, que passam pela luminosidade, acústica, temperatura, humidade e qualidade do ar, aumentaram os consumos energéticos.

A instalação de sistemas fotovoltaicos nas escolas permite que estas se tornem auto-suficientes na energia eléctrica que consomem e, eventuais fornecedoras da Rede de Energia Nacional (REN). Este processo facilita ainda a obtenção da certificação energética dos seus edifícios e, torna-as mais amigas do ambiente, diminuindo as suas emissões de CO2. Uma das principais soluções que a Siemens vai disponibilizar para este segmento de mercado é o novo inversor de elevado rendimento, SINVERT PVM, adequado para centrais comerciais de dimensão média. Este equipamento opera no segmento comercial, e é instalado em telhados, coberturas de escolas, edifícios industriais ou espaços abertos. Recorde-se que, em 2008, a Siemens Portugal foi uma das participantes da acção “Rock in Rio – Escola Solar”, que desafiou escolas secundárias de todo o país a apresentarem projectos de micro-geração fotovoltaica, cujas receitas foram aplicadas no financiamento de projectos sociais nas comunidades envolventes. Para este importante projecto foram fornecidos às 18 escolas vencedoras, em parceria com a LoboSolar, inversores Siemens, de alto rendimento, que transformam a energia eléctrica produzida pelos painéis de silício em tensão alterna contínua, pronta a ser injectada na rede eléctrica. Foi também disponibilizado o sistema de monitorização remota das várias variáveis de produção, podendo este ser acedido de qualquer ponto do globo, via Internet.

 

www.siemens.pt