Banco da UE financia três novas barragens em Portugal

A Iberdrola garantiu um investimento de 650 milhões de euros por parte do banco da União Europeia (Banco Europeu de Investimento) para apoiar na construção de três novas barragens, um projeto hidroelétrico que aumentará a capacidade de armazenamento de energia na UE, fornecerá serviços aos operadores ibéricos e, em última instância, facilitará o aumento da participação renovável na matriz energética portuguesa. Este investimento reduzirá a dependência do mercado ibérico em energia fóssil, bem como das emissões de CO2.

Através deste acordo com a Iberdrola, o BEI está a contribuir para a construção de três novas grandes barragens e centrais hidroelétricas, incluindo uma central de armazenamento de bombagem, que ficará localizada nos rios Tâmega e Torno, no Norte de Portugal. Com um investimento de cerca de 1500 milhões de euros, as novas infraestruturas da Iberdrola terão uma capacidade total de 1158 MW e entrarão em funcionamento em 2023. Para avançar com a execução do projeto, a entidade e a empresa energética assinaram um empréstimo de 500 milhões de euros, a primeira parcela do fundo total de 650 milhões de euros aprovada para financiar este projeto.

Os mercados de eletricidade português e espanhol beneficiarão das novas infraestruturas. Ao aumentar a capacidade de geração e armazenamento, as novas centrais elétricas providenciarão mais flexibilidade e segurança no fornecimento de energia no mercado ibérico de eletricidade.