Ignacio Galán como Presidente da Iberdrola

Iberdrola
Tel.: +351 808 50 20 50 · Fax: +351 21 350 2775
comercial@iberdrola.pt · www.iberdrola.pt

Os acionistas da Iberdrola apoiaram com uma ampla maioria a reeleição de Ignacio Galán como Presidente do grupo por um período de 4 anos, proposta constante do ponto 18 da ordem do dia da Assembleia Geral de Acionistas celebrada a 29 de março no Palácio Euskalduna de Bilbau.

A Assembleia, a que assistiu 74,12% do capital social da Iberdrola, aprovou ainda todos os blocos de acordos incluídos na ordem do dia: Grupo 1 (contas anuais e gestão social): 99,2%; Grupo 2 (Sistema de gestão corporativa): 99,9%; Grupo 3 (retribuições): 98,3%; Grupo 4 (Conselho de Administração): 98,2%.

Durante a sua intervenção perante os acionistas, Ignacio Galán reviu um 2018 “histórico”, com a empresa a superar pela 1.ª vez os 3000 milhões de euros de lucro líquido (3014 milhões de euros, mais 7,5% do que em 2017) e obteve um lucro operacional bruto (Ebitda) de 9350 milhões de euros, mais 28% que no ano anterior. Esta evolução positiva permitiu ao Conselho de Administração da Sociedade propor à Assembleia Geral “o maior dividendo pago até à data”: 0,351 euros brutos por ação no ano de 2018, mais 7,7% do que no ano anterior. Este montante é resultado da soma dos 0,151 euros brutos por ação, já pagos em fevereiro de 2019 como dividendo por conta, aos 0,20 euros brutos por ação que, no mínimo, serão pagos como dividendo complementar no próximo mês de julho. A esta quantia há que somar, por outro lado, os 0,005 euros brutos por ação de prémio pela assistência à Assembleia Geral.

Ignacio Galán recordou também os importantes investimentos em que se encontra a Iberdrola: “Em 2018 investimos 5300 milhões de euros, um dos níveis mais elevados registados pelo grupo num ano, o que nos levou a superar os 20 000 milhões de euros de investimento nos últimos 5 anos”. Neste sentido, os 34 000 milhões de euros de investimento previstos para o período 2018-2022 pressupõem uma média anual de mais de 7000 milhões de euros nos próximos quatro anos.