Schneider Electric: Dia da Sobrecarga do Planeta no dia 29 de julho

Schneider Electric Portugal
Tel.: +351 217 507 100 · Fax: +351 217 507 101
pt-atendimento-cliente@schneider-electric.com · www.se.com/pt

No dia 29 de julho assinala-se o Dia da Sobrecarga do Planeta (Earth Overshoot Day) segundo a Global Footprint Network, organização internacional pioneira no cálculo da Pegada Ecológica. Falamos do dia em que a humanidade terá consumido todos os recursos naturais que o planeta pode regenerar, de forma natural, no prazo de um ano. Segundo a Schneider Electric é possível reverter esta situação e adiar progressivamente esta data, e o primeiro passo está na descarbonização da economia, que poderá ser a alavanca que falta para o #MoveTheDate.

Nos últimos 20 anos, esta data foi antecipada em cerca de 3 meses – este ano será a 29 de julho, a data mais recente desde que o planeta entrou em défice ecológico, no início dos anos 70. Atualmente é exercida uma procura 1,75 vezes superior à capacidade de regeneração dos ecossistemas, ou seja, anualmente, a humanidade usa os recursos equivalentes aos que 1,75 planetas Terra podem proporcionar. Os custos deste excesso estão a tornar-se mais evidentes em todo o mundo, sob a forma de desflorestação, erosão dos solos, perda de biodiversidade e acumulação de dióxido de carbono na atmosfera, levando a alterações climáticas e a secas, incêndios e furacões cada vez mais intensos.

Segundo o cálculo da Global Footprint Network, o cenário tornar-se-ia ainda mais preocupante se o planeta dependesse da pegada ecológica registada em Portugal. Aqui, o Earth Overshoot Day seria assinalado a 23 de maio, mais de dois meses antes da data registada este ano segundo a média global. Um resultado que revela a importância cada vez maior da criação de projetos como o Porto Santo Sustentável – Smart Fossil Free Island: um projeto em curso, promovido pelo Governo Regional da Madeira, em parceria com a EEM (Electricidade da Madeira) e a Schneider Electric, que tirá tornar o Porto Santo numa ilha de referência em termos de sustentabilidade, sem combustíveis fósseis e com emissões de CO2 quase nulas.