Iberdrola aposta em energia solar em Portugal com a construção de 149 megawatts

Iberdrola
Tel.: +351 808 502 050 · Fax: +351 213 50 775
comercial@iberdrola.pt · www.iberdrola.pt

A Iberdrola adjudicou 149 MW de energia solar fotovoltaica em Portugal, representando a entrada da empresa no desenvolvimento deste tipo de tecnologia em território nacional. Esta capacidade está distribuída por 2 regiões (Algarve e Vale do Tejo), de acordo com o resultado do leilão público promovido pelo Ministério do Ambiente e Transição Energética de Portugal, através da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG) e organizado pelo Operador do Mercado Ibérico da Energia (OMIP).

A Iberdrola reafirma, assim, o seu forte compromisso com a transição para uma economia de baixo carbono, consolidando o seu papel fundamental no mercado elétrico nacional. A empresa é uma referência no setor comercial de grandes consumidores, com quase 33% do mercado e possui uma carteira de 300 000 clientes, entre eletricidade e gás natural. O grupo lidera também o projeto do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, que envolve a construção de 3 novas centrais (Gouvães, Daivões e Alto Tâmega), com uma potência total de 1158 MW e um investimento de mais de 1500 milhões de euros. A implementação deste grande projeto, prevista para o período 2021-2023, significará um aumento de 6% do total de energia elétrica instalada no país e proporcionará energia limpa a 440 mil casas portuguesas. Com o desenvolvimento do Sistema Eletroprodutor do Tâmega e a nova capacidade solar adjudicada, a Iberdrola contribui para o compromisso de Portugal de alcançar a neutralidade de carbono até 2050.

A Iberdrola detém a 3.ª maior participação em número de clientes de eletricidade no país (5,4%) e a segunda maior em consumo (17,4%), e a eletricidade comercializada pela Iberdrola é 100% verde. Além de liderar o setor comercial de grandes consumidores e desenvolver o Sistema Eletroprodutor do Tâmega, a Iberdrola possui uma potência eólica de 92 MW no país, dividida em 3 parques eólicos: Catefica no município de Torres Vedras, 18 MW; Alto do Monção em Mortágua e Tondela, 32 MW; e a Serra do Alvão, em Ribeira de Pena, com 42 MW.