as obrigações solares térmicas na Europa – 2.ª parte

A nível mundial já existem, pelo menos, 66 países, incluindo os 27 da União Europeia, com objectivos globais da…

Manuel João Lopes Prates
LNEG – Laboratório Nacional de Energia e Geologia
lopes.prates@lneg.pt

Desenvolvimento do Mercado Solar Térmica a nível Europeu e Mundial

A nível mundial já existem, pelo menos, 66 países, incluindo os 27 da União Europeia, com objectivos globais da política de energias renováveis de algum tipo. Um desses tipos (MRET – Mandatory Renewable Energy Target) diz respeito ao estabelecimento de requisitos mínimos obrigatórios em termos da quota de electricidade de fontes renováveis de energia em relação à electricidade global vendida, incluindo-se a contribuição do solar térmico como poupança de gasto de energia eléctrica. É o caso da Austrália, que veremos com mais detalhe num ponto seguinte. No caso da União Europeia, esses objectivos globais obrigatórios, para cada Estado-Membros, foram estabelecidos pela chamada Directiva das Renováveis [1], no seu Anexo I, sob a forma de quota de energia proveniente de fontes renováveis no consumo final bruto de energia em 2020, coerentes com uma quota global de, pelo menos, 20%.

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da “renováveis magazine” nº6. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

Download – Última edição

renováveis42

(Irá receber um email com o link de download.)