biocombustíveis de segunda geração

A produção global de biocombustíveis tem aumentado rapidamente na última década, contudo a sustentabilidade…

Salvador Malheiro
Engenheiro Mecânico, Doutorado em Combustão
Professor Universitário, Consultor

Introdução

A produção global de biocombustíveis tem aumentado rapidamente na última década, contudo a sustentabilidade de muitos biocombustíveis de primeira geração – que são produzidos principalmente a partir de culturas
alimentares, tais como grãos, cana de açúcar e óleos vegetais – tem sido cada vez mais questionada. Esta argumentação negativa relativa aos biocombustiveis de 1.ª geração baseia-se sobretudo na competição de recursos relativamente à industria alimentar e ao balanço efectivo de emissões de CO2 menos favorável. A grande excepção é o etanol produzido da cana de açúcar em zonas tropicais.

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da “renováveis magazine” nº4. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

Download – Última edição

renováveis42

(Irá receber um email com o link de download.)