renováveis magazine

Circutor comemora 50 anos no setor energético com gala institucional

Circutor comemora 50 anos no setor energético com gala institucional

Os CEOs falaram sobre a transição energética do setor e consideram a adaptação à mudança e a inovação como peças-chave para o sucesso.

A Circutor celebrou a 14 de novembro o seu 50.º aniversário com uma gala institucional que contou com a presença de autoridades, pessoas de todas as empresas do Grupo – Circutor, Circontrol, Dezac, Intercap, Zurc, Disibeint e Aplitech -, colaboradores nacionais e internacionais, e diversas entidades e associações do setor energético. O evento, o último de um ano repleto de celebrações que o grupo empresarial tem realizado para assinalar este meio século de história, contou com palestras, música ao vivo, brindes e prémios.

A primeira a dirigir-se aos presentes foi a CEO da Circutor, Nuria Comellas, que destacou que comemoramos 50 anos de história mas, acima de tudo, queremos celebrar o grande futuro das oportunidades que temos pela frente”. A CEO garantiu que “o que nos permitiu chegar onde estamos é o empenho e o entusiasmo de muitas pessoas, que trabalharam arduamente e que sentiram a empresa como sua”. Comellas também expressou que “aprendi muito com um grande empresário, o meu pai”.

O futuro está muito presente na visão da nova gestão da Circutor, que destaca que a empresa é um player fundamental na transição energética: temos um desafio encorajador. Estamos num setor chave para o futuro. É um setor em constante transformação e isso abre portas a muitas oportunidades para continuar a inovar, crescer e avançar com a visão de futuro que sempre nos caraterizou, afirmou Nuria Comellas.

O outro CEO, Joan Comellas, dirigiu-se posteriormente ao público, destacando que “não podemos falar do futuro sem lembrar de onde viemos e quem somos”. O CEO quis destacar que “uma empresa diferencia-se pela capacidade de adaptação às mudanças”, algo crucial num mercado como o da energia elétrica, que muda a um ritmo vertiginoso. Neste cenário, o mais importante é, segundo Joan Comellas, “viver as mudanças como oportunidades”.

Ambos os CEOs concordam em manter o seu firme compromisso com a inovação, a internacionalização e, acima de tudo, com o talento e as pessoas.

Ramon Comellas, Presidente e fundador da Circutor, fez um discurso muito emocionante no qual quis recordar a grande parceria que a empresa construiu ao longo dos anos com os seus clientes e colaboradores: “é preciso saber o que os clientes querem. Se você sabe qual problema eles têm, sabe o que precisa fazer para resolvê-lo. Muitos dos nossos produtos nasceram dessa interação.” Comellas queria enfatizar que “o negócio é ganhar dinheiro, mas as empresas querem criar o futuro”.

A gala foi uma mostra da mudança que está a ser vivida na empresa. Duas gerações, representadas pelos CEOs e pelo fundador da Circutor, coincidiram no mesmo espaço para onde convergiram a memória das conquistas passadas e um olhar claramente focado no futuro da empresa e do setor.

A Circutor também apresentou a Fundação Ramon Comellas, um novo projeto para dar acesso da eletricidade limpa às pessoas que vivem em áreas não eletrificadas nos países em desenvolvimento. O projeto, que Ramon Comellas idealizou com grande entusiasmo e orgulho, está alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para 2030.

Durante o evento falaram autoridades como o Presidente da Câmara de Terrassa, Jordi Ballart, afirmando que a Circutor, que considera “um prólogo para o futuro”, é “uma peça chave no futuro da gestão energética no nosso país”. Ballart aproveitou também para agradecer à família Comellas, fundadora da Circutor, pelo seu trabalho: “obrigado por estes 50 anos de criação de oportunidades e de trabalho”.

A Circutor tem a sua origem na cidade, onde 3 professores do Instituto Politécnico de Terrassa – Ramon Comellas, Ramon Pons e Francesc López – decidiram fundá-la em 1973. No entanto, o seu crescimento levou-a a mudar de sede, em 2003, para a sua localização atual, no município de Viladecavalls.

Por sua vez, a autarca deste município, Cesca Berenguer, dirigiu-se à família Comellas para agradecer o seu trabalho empresarial. E destacou o papel do conselho: “estamos empenhados em fazer crescer os nossos parques industriais e enviar as suas reivindicações às autoridades regionais e estaduais, para que possam continuar a desenvolver a sua atividade empresarial”.

O Presidente da Generalitat da Catalunha, Pere Aragonès, fechou as intervenções parlamentares. Assim, destacou a necessidade da Catalunha ter um processo de “reindustrialização” baseada na sustentabilidade, e sublinhou que “devemos ser capazes de produzir toda a energia renovável que necessitamos para fazer a transição dos combustíveis fósseis para as energias renováveis“, um processo em que a Circutor é um interveniente fundamental. Aragonès aproveitou a oportunidade para felicitar a empresa por ser “um projeto industrial de referência para o seu setor, para o Vallès Ocidental e para toda a Catalunha”.

Ao longo do evento, a empresa projetou diversos vídeos, incluindo uma linha do tempo de 5 minutos que resume os 50 anos de história da empresa e onde destaca os principais marcos da sua trajetória. A música ao vivo foi outro protagonista do evento. O quarteto de cordas Barcelona Strings Events apresentou peças como With or Without You dos U2, Somebody to Love dos Queen, ou Viva la Vida dos Coldplay, para animar a gala.

Um dos momentos mais emocionantes chegou com a entrega dos presentes. O 1.º foi atribuído a Josep Maria Guiu, primeiro colaborador da Circutor, pelo seu trabalho e dedicação, e o 2.º a Ramon Pons, fundador da Circutor, pelo percurso desenvolvido desde a fundação da empresa. O 3.º presente foi dado a Ramon Comellas, presidente e fundador da Circutor, um quadro que lhe foi dada pelo próprio autor da obra, Robert Cabeza.

Quase no final da gala veio a surpresa: a entrega do Prémio Coragem Popular, cujo vencedor foi Ramon Comellas. Para entregar este prémio, a empresa exibiu um vídeo em que alguns colegas da Circutor falam sobre ele. De todos os adjetivos destacam-se 3: próximo, humano e muito trabalhador.

No final do evento, todos os participantes puderam desfrutar de um cocktail acompanhado de música e da pintura de um quadro ao vivo.

Nas próximas semanas a Circutor realizará mais eventos em diferentes pontos do território – Madrid, Sevilha, Valência, San Sebastián e Lisboa – para celebrar o seu 50.º aniversário juntamente com vários dos seus clientes e colaboradores.

50 anos de uma empresa pioneira

Fundada em 1973 por Ramon Comellas, Ramon Pons e Francesc López, 3 professores do Instituto Politécnico de Terrassa, a Circutor sempre foi pioneira no mercado energético. A empresa lançou os primeiros transformadores diferenciais e relés eletromecânicos fabricados em Espanha nesse mesmo ano, quando foi estabelecido o Regulamento de Baixa Tensão, que exigia proteção diferencial nas instalações elétricas. Desde então, não parou de fornecer soluções inovadoras ao mercado.

Atualmente, a empresa, com sede em Viladecavalls, conta com uma equipa de quase 1000 pessoas e está presente em mais de 100 países em todos os continentes. Além disso, atua em setores de mercado como medição, controlo e qualidade do fornecimento de energia elétrica, autoconsumo, energias renováveis ​​e carregamento de veículos elétricos.

Circutor, S.A.
Tlm.: +351 912 382 971 · Fax: +351 226 181 072
www.circutor.com

Translate »