como medir Corrente Contínua

como medir Corrente Contínua

A medição de corrente eficiente e precisa requer sensores adequados, sobretudo para correntes CC.

O crescimento da eletrificação é inquestionável. A medição de corrente eficiente e precisa requer sensores adequados, sobretudo para correntes CC (Corrente Contínua). Estão disponíveis 3 métodos para medir correntes pulsadas de fontes de alimentação com componentes CC.

Método 1: shunts

Os shunts medem a corrente diretamente com base na Lei de Ohm. O fluxo de corrente através de um resistor faz com que a voltagem através desse resistor caia proporcionalmente à corrente. Essa correlação linear torna, especialmente, simples processar o sinal analógico numa medição. Um amplificador de deteção de corrente contínua processa a tensão de medição para que a faixa de tensão de entrada do conversor analógico/digital (ADC) seja utilizada corretamente no microcontrolador.

Os shunts adequados estão disponíveis em fornecedores como Vishay, Rohm, KOA e Panasonic. Eles variam em tamanho de resistores de chip a enormes arcos de metal com conectores de parafuso e perdas de energia até dezenas de watts.

Se o layout e a captação do sinal estiverem de acordo com as condições de manuseamento estipuladas pelo fabricante, a imprecisão da medição dependerá das tolerâncias dos componentes usados na cadeia de sinal. As informações nas data sheet tornam relativamente fácil avaliar a precisão do sistema como um todo.

As vantagens com a utilização de shunts para medição de corrente são:

  • Alta largura de banda;
  • Baixa sensibilidade à interferência;
  • Grande e diversificada gama de produtos;
  • Pode ser integrado no barramento (linha de transmissão de energia).

Desvantagens:

  • Princípio de medição com perda de potência proporcional a R e I2;
  • Sem isolamento galvânico entre a corrente de medição e o sinal de medição;
  • Necessária experiência no processamento de sinal analógico;

Método 2: sensores de campo magnético

Este método envolve o sensor de campo magnético sendo colocado no condutor elétrico. Um campo magnético cilíndrico é formado em torno do condutor energizado reto. De acordo com a Lei de Ampère, a força do campo magnético depende da corrente e da distância do condutor. Um utilizador que constrói um sensor de corrente com base neste princípio deve, portanto, controlar as tolerâncias de produção mecânica e a estabilidade mecânica da estrutura como um todo.

Ralf Hickl
Product Sales Manager Automotive Business Unit
RUTRONIK Elektronische Bauelemente GmbH

Para ler o artigo completo como medir Corrente Contínua” faça o download gratuito da “renováveis magazine” nº47. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »