renováveis magazine

Comunidades de Energia Renovável: democratizar a poupança e sustentabilidade com o modelo ESCO

Comunidades de Energia Renovável: democratizar a poupança e sustentabilidade com o modelo ESCO

Uma nova abordagem de promover a descarbonização e reduzir custos energéticos sem riscos, onde o sucesso avalia-se pelos resultados reais.

A transição para uma matriz energética mais sustentável é uma necessidade urgente na busca de um futuro mais limpo e sustentável. Neste contexto as Comunidades de Energia Renovável – CER – desempenham um papel fundamental ao permitir que comunidades e empresas se tornem participantes ativos na produção, e consumo, de uma energia limpa.

As comunidades de energia são a última ferramenta legal a ser implementada pelos nossos governantes para agilizar o processo de descarbonização do sistema elétrico nacional. Neste artigo vamos explorar o conceito de Comunidades de Energia Renovável – CER – e como o modelo ESCO – Contrato de Eficiência Energética – está a impulsionar esta revolução energética.

O que são as Comunidades de Energia Renovável – CER?

As Comunidades de Energia Renovável – CER – são grupos de indivíduos, empresas ou organizações, que se unem para desenvolver, financiar e operar projetos de geração de energia renovável, como o são os sistemas fotovoltaicos para autoconsumo. Estas comunidades têm como objetivo principal a produção e distribuição de eletricidade verde para irem de encontro às suas necessidades de energia e, muitas vezes, para fornecerem excedentes à rede elétrica.

É com o fim maior de aumentar a produção de energia renovável, maximizando o uso das coberturas dos edifícios, ou espaços adjacentes, sem colocar em risco a viabilidade dos investimentos, que esta diretiva europeia está a ser implementada em Portugal. Sendo o nosso país um país de sol, a energia produzida poderá ser partilhada com membros vizinhos da comunidade, através de EGACs – Entidade Gestora de Autoconsumo Coletivo.

As vantagens do modelo ESCO nas Comunidades de Energia Renovável

A implementação de Comunidades de Energia Renovável por meio de um contrato ESCO apresenta diversas vantagens que podem impulsionar a adoção de energias renováveis mais rapidamente e fortalecer o papel das comunidades no setor energético

ReWatt – Renewables Developer
Energia Verde, Simplificada

Para ler o artigo completo faça a subscrição da revista e obtenha gratuitamente o link de download da “renováveis magazine” nº55. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

Outros artigos relacionados

Fonte imagem: macrovector | Freepik

Translate »