renováveis magazine

Descarbonização e relação com a saúde global

Descarbonização e relação com a saúde global

Na Net Zero Tech Fair serão analisadas a adoção de práticas de eficiência energética, a eletrificação com fontes renováveis ​​e a integração do hidrogénio no nosso quotidiano como mudanças fundamentais para alcançar benefícios significativos para a saúde pública e ambiental.

Num contexto global onde a saúde e o bem-estar se consolidam como prioridades indiscutíveis, a transição para um modelo descarbonizado das empresas revela-se como parte fundamental do caminho para um futuro mais sustentável, mais limpo e, consequentemente, mais saudável. Na Net Zero Tech Fair analisam a adoção de práticas de eficiência energética, a eletrificação com fontes renováveis ​​e a integração do hidrogénio no nosso quotidiano como mudanças fundamentais para alcançar benefícios significativos para a saúde pública e o ambiente.

Alguns desses benefícios são:

• Redução da poluição atmosférica: muitas fontes de energia baseadas em combustíveis fósseis emitem poluentes atmosféricos, como partículas finas, óxidos de enxofre e óxidos de azoto, que têm efeitos prejudiciais para a saúde respiratória. A descarbonização, ao promover fontes de energia mais limpas, como a solar e a eólica, ajuda a reduzir a poluição atmosférica.

“Considerando a tendência geral para a sustentabilidade e eficiência energética, e com a promoção de sistemas como os CAE, é muito provável que as empresas continuem a expandir-se e experimentemos uma adoção maior de tecnologias verdes, regulamentações mais rigorosas e uma abordagem mais forte e abrangente na redução de emissões. Além disso espera-se que este crescimento na procura de soluções de eficiência energética proporcione às empresas comprometidas com a sustentabilidade um terreno fértil para expandir o seu alcance e portfólio de serviços”, explicou Jon Macías, Diretor Comercial e de Marketing da Edison Next Spain.

Menos doenças respiratórias: a poluição atmosférica causada pela queima de combustíveis fósseis está associada a problemas respiratórios, como a asma e outras doenças pulmonares. A descarbonização pode contribuir para melhorar a qualidade do ar e, por isso reduzir as doenças respiratórias.

“As Nações Unidas têm colocado especial ênfase na importância das alianças e no valor da colaboração para o desenvolvimento sustentável, porque só através da participação de todos os envolvidos podem ser adotados novos modelos de produção e consumo verdadeiramente sustentáveis”, ditou Miguel Vega, General Director da SIGRE.

• Menos fenómenos meteorológicos extremos: as alterações climáticas, impulsionadas em grande parte pelas emissões de gases com efeito de estufa, contribuem para fenómenos meteorológicos extremos, como ondas de calor, inundações e tempestades intensas. Estes eventos podem ter impactos diretos na saúde como lesões, doenças relacionadas com o clima e problemas de saúde mental devido a desastres naturais.

• Promoção de estilos de vida mais saudáveis: as estratégias de descarbonização incluem, frequentemente, a promoção de transportes sustentáveis como caminhar, andar de bicicleta ou utilizar transportes públicos. Isto pode incentivar a um estilo de vida mais ativo e saudável, com benefícios para a saúde cardiovascular e a redução de doenças relacionadas com o sedentarismo.

“O número de pontos de carregamento na via pública em Espanha está claramente abaixo das necessidades. Mas o ritmo de novas implementações está a crescer. Para acelerar e atingir os objetivos é necessário facilitar a tramitação de licenças e, sobretudo, reduzir os prazos de execução das obras de acesso e ligação ao fornecimento de energia elétrica por parte dos distribuidores de energia elétrica”, disse Pere Soria, responsável pelo desenvolvimento de negócios nas áreas de energias renováveis ​​e acumulação de energia na Circutor.

• Segurança alimentar: as alterações climáticas afetam a produção de alimentos e a disponibilidade de recursos naturais, o que pode ter implicações na segurança alimentar. A descarbonização e a mitigação das alterações climáticas contribuem para preservar a estabilidade dos sistemas alimentares, garantindo um abastecimento alimentar mais estável e prevenindo a subnutrição.

“Para atingir os objetivos de descarbonização devemos trabalhar em toda a cadeia de valor, desde a obtenção das matérias-primas até à sua transformação e à chegada do produto ao cliente”, explicou Jordi Aycart, responsável de segurança, saúde e sustentabilidade da Nestlé Espanha.

Neste contexto, a 1.ª edição do Net Zero Tech – que decorrerá nos dias 5 e 6 de junho de 2024 no centro de exposições La Farga em L’Hospitalet-Barcelona – ​​​​reunirá empresas líderes em tecnologias de emissão zero, juntamente com especialistas e profissionais comprometidos com a transição para a neutralidade climática.

Net Zero Tech Fair
Tel.: +34 916 308 591 / +34 671 556 329
info@netzero-tech.com · https://netzero-tech.com/    

Translate »