Energia em debate: Potencial do Solar Distribuído

Energia em debate: Potencial do Solar Distribuído

Neste debate concluiu-se que a integração do solar distribuído no esforço de descarbonização vai influenciar a forma como hoje é gerida e operada a rede de distribuição de energia.

No passado dia 30 de junho realizou-se mais uma edição do projeto Energia em Debate dos Future Energy Leaders Portugal, desta vez dedicada à discussão do Potencial do Solar Distribuído”. Nesta iniciativa que contou com o apoio da Associação Portuguesa da Energia (APE), foram 4 os oradores convidados: João Amaral, CTO da Voltalia; Alexandre Kisslinger, CEO da Acciona Energia Portugal; João Peças Lopes, Professor da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e Pedro Amaral Jorge, Vice-Presidente da APE e Presidente da APREN.

Neste debate concluiu-se que a integração do solar distribuído no esforço de descarbonização vai influenciar a forma como hoje é gerida e operada a rede de distribuição de energia: as previsões apontam um total de 245 MW em Unidades de Produção para Autoconsumo e 170 MW em Unidades de Mini e Microgeração em 2021 e as comunidades de energia e trading regional ou local vão ser necessárias para flexibilizar e otimizar a gestão entre a procura e oferta de energia, permitindo que o consumidor tenha um papel central e decisivo na gestão dos consumos. Outra das conclusões passa pela disrupção do setor do armazenamento distribuído que está a assumir uma importância acrescida para facilitar a integração de painéis fotovoltaicos distribuídos nas redes de energia de baixa e média tensão. Além disso, o aumento da digitalização no setor energético está intimamente relacionado com a produção distribuída e irá permitir contratos inteligentes entre o consumidor e o comercializador. Contudo os riscos inerentes à cibersegurança e o aumento dos ataques informáticos, dada a dispersão entre sistemas e hardware, são um fator de preocupação.

Importante lembrar que a Associação Portuguesa de Energia (APE) e o World Energy Council apresentaram no dia 28 de janeiro o Programa Future Energy Leaders Portugal (FEL.PT), que está a ser implementado, pela primeira vez, em Portugal este ano, tendo sido selecionados apenas 20 candidatos com percursos académicos e profissionais de exceção para integrar o grupo. O FEL.PT é uma iniciativa que visa promover o debate sobre questões prementes do setor energético, ajudar a moldar soluções para o futuro do setor no contexto português e a inspirar as próximas gerações. A comunidade FEL.PT pretende, ainda, contribuir para a aceleração da transição energética, enquanto se garantem os princípios de sustentabilidade social e ambiental.

FEL.PT
Tlm.: +351 939 392 675
fel.pt@apenergja.pt

Translate »