Livoltek quer liderar mercado de soluções fotovoltaicas

Livoltek quer liderar mercado de soluções fotovoltaicas

Há um novo player no mercado fotovoltaico em Portugal. E tem uma medida ousada para a sua ambição: uma quota de mercado entre 8 e 15%, uma fábrica de carregadores para veículos elétricos e projetos de expansão internacional a partir de Portugal.

O Livoltek Portugal Day assinalou o lançamento oficial da marca, num evento que reuniu a 17 de Novembro cerca de três dezenas de clientes no Clube de Fado, bem no coração do bairro de Alfama, em Lisboa. Juntou-se tradição e modernidade tecnológica. Um paradoxo. Pois se o fado exibe quase sempre um tom de genuíno lamento, já a tecnologia fotovoltaica da Livoltek promete uma pauta de tecnologia avançada alavancada pela urgência civilizacional da transição energética.

O encontro com os clientes portugueses é também o aviso simbólico da instalação de uma estrutura comercial fixa no nosso país, a juntar às que a Livoltek mantém em várias latitudes. 

Presente no evento esteve a força executiva internacional da Livoltek: Belinda Zhou, CEO, Kendall Shu, Sales & Support, e Amy Liu, Head of Europe. A equipa portuguesa chefiada por António Costa Brás, já com uma sólida experiência em empresas internacionais, inclui Nuno Guimarães, Suporte técnico, e Carolina Antunes, Marketing Manager.

O Grupo Hexing, e em particular a Livoltek, está em Portugal para investir. A nossa CEO e a sua família residem no nosso país, o que também fortalece este compromisso. Claro que queremos vender, mas a nossa ambição não se fica por um interesse comercial imediato. Queremos liderar no que fazemos melhor, proporcionando aos clientes as melhores soluções energéticas, as mais adequadas aos seus negócios, também com alguma diferença em relação à concorrência, pois nós estamos em Portugal, com equipa local, ao contrário de outras empresas neste mercado dos equipamentos fotovoltaicos. Queremos ter essa presença próxima e com matriz portuguesa, salientou o Country Manager da Livoltek na sua apresentação aos convidados. 

Não sendo um ponto logístico para grandes quantidades, Portugal e Espanha são apoios importantes, pois é nosso propósito possuir armazenamento de stock em Portugal, isto para além da atividade de consultadoria, projeto, venda e pós-venda”, acrescentou António Costa Brás.

António Costa Brás
António Costa Brás

“Pretendemos estar entre os melhores. A Livoltek é sinónimo de inovação e energia verde, o nosso foco é no cliente e na sua satisfação com qualidade, proporcionando-lhe boas experiências, para que o resultado de cada operação que faça connosco nos possa preparar para a operação seguinte, sem estarmos preocupados em resolver problemas da operação anterior. Este é o nosso propósito, temos condições para nos constituirmos como um ponto de venda em que oferecemos soluções completas e estamos a criar condições, em Portugal, para ter uma resposta que possa ajudar os clientes. Não viemos inventar a roda, pois os produtos que vendemos existem já no mercado, embora a nível tecnológico estejamos ao nível das melhores marcas, mas o que nos deve diferenciar é a proximidade aos clientes e, nesse sentido, sendo esforçados no contacto, presentes no terreno e disponíveis para resolver dúvidas e problemas, temos condições para triunfar. Não temos ambição nenhuma em sermos os mais baratos do mercado. Pretendemos ser uma marca que pode oferecer um produto com uma relação preço-qualidade interessante e sólida e que possa trazer sustentabilidade aos negócios dos nossos clientes”, salientou o gestor. 

A nossa ambição é muito elevada. No espaço de dois anos queremos chegar a uma quota de mercado entre os 8 e os 12%. Estamos preparados para este desafio, agora somos quatro pessoas, mas temos um grande centro logístico na Holanda e apoio externo se necessário, explicou António Costa Brás.

O plano de abordagem da Livoltek ao mercado português passa por uma obrigatória presença nas redes sociais e meios de comunicação, contacto com as empresas de engenharia e entidades públicas fornecedoras de serviços, rede de distribuidores e instaladores.

Com um capital social de 3,5 milhões de euros, um valor elevado para a média portuguesa, a Livoltek justifica o alto valor com a intenção de investimentos futuros, incluindo a instalação em Portugal de uma fábrica de carregadores de veículos elétricos. A futura fábrica, ainda sem localização definida, deverá estar a operar em 2025. 

Tecnologia solar de ponta

A Livoltek tem já uma sólida reputação no desenvolvimento e produção de tecnologia solar de ponta, comercializando uma gama variada de inversores de rede e off-grid, híbridos e não-híbridos, baterias de alta e baixa voltagem e carregadores de veículos elétricos.

A tecnologia dos inversores foi desenvolvida obter o máximo possível da energia solar e com isso reduzir a fatura da eletricidade. Com potências monofásicas de 2,5 kW a 10 kW – embora em casos específicos seja possível fornecer potências mais baixas -, e trifásicas de 25 kW, estes já em comercialização, a gama vai proximamente ser completada com equipamentos com potências superiores.  

A Livoltek comercializa também inversores híbridos, mono e trifásicos, com potências até 30 kW, e os off-grid com potências entre 6,4 e 8 kW.

As baterias de lítio de baixa voltagem são estrelas na marca. Com ciclo de vida longo e potência de 5 kWh por unidade, o sistema para uso interior ou exterior pode ser expandido até 5 unidades, oferecendo uma capacidade total de 25 kWh. Fáceis de instalar, com uma linha estética clean, dispensam complicados ajustamentos da rede elétrica.

Os carregadores de veículos elétricos destacam-se também no portefólio da Livoltek, sobretudo num momento de rápido crescimento do mercado automóvel elétrico. Monofásicos ou trifásicos, compactos, estão agregados a uma app digital de uso intuitivo.

Os sistemas/equipamentos comercializados pela Livoltek partilham funcionalidades IoT, estão ancorados na Cloud, sem custo para o cliente, e a gestão remota foi desenvolvida para ser intuitiva, correspondendo a uma tendência dominante nos mercados industriais, técnicos e cliente final, nos quais, mais do que a exigência de controlo de processos e informação à distância, há uma exigência de facilidade de acesso. Com o My Livoltek, o utilizador pode ver tudo o que se passa na sua instalação, temporizar, dosear ou distribuir o fluxo de energia para diversas funções de carregamento, entre outros parâmetros.

A empresa vai também criar a Academia Livoltek, com cursos sobretudo dedicados a instaladores de forma a certificar estes parceiros na tecnologia da empresa.

A fechar o Livoltek Portugal Day, dia oficial da apresentação da marca em Portugal, fez-se o grave silêncio na sala do Clube de Fado para dar voz aos fadistas, numa atuação que juntou um improvável saxofone à guitarra portuguesa e à viola de fado. Silvana Peres (voz), Carlos Meneses (contrabaixo), Carlos Leitão (viola) e Ângelo Freire (guitarra portuguesa), mostraram talento, arte e genuíno lamento. Mas o fado é mesmo assim.

Texto e fotos por Carlos Saraiva

Livoltek
Tel.: +351 917 549 967 / 912 104 933
[email protected] · www.livoltek.com

Translate »