renováveis magazine

SACE: o que é e porque é que será fundamental para a transição energética

SACE: o que é e porque é que será fundamental para a transição energética

No final do ano passado, a Agência Internacional de Energia publicou os seus dados mais recentes sobre o consumo mundial de energia nos edifícios. Esta atualização atesta que em 2021 as atividades nos edifícios representaram 30% do consumo final de energia a nível mundial, e 27% do total de emissões no setor energético.

Este último valor inclui tanto as emissões diretas nos edifícios (8%) como as emissões indiretas dos sistemas de produção de eletricidade e calor utilizados nos edifícios (19%).

De acordo com o documento publicado pela Agência, as normas mínimas de desempenho e os códigos energéticos em edifícios estão a aumentar – mas não com a rapidez suficiente para atingir dois objetivos fundamentais para 2030:

  • Que 100% dos novos edifícios apresentem emissões de carbono líquidas zero;
  • Que 20% de todos os edifícios existentes nesse ano também apresentem emissões nulas de carbono.

Um SACE (Sistema de Automatização e Controlo dos Edifícios) é fundamental para acelerar este processo de transição energética, porque utiliza a tecnologia para reduzir o consumo sem reduzir os níveis de conforto e operacionalidade dos edifícios.

O que é um SACE?

Um sistema de gestão inteligente de edifícios é uma plataforma que integra a monitorização, o controlo e a gestão de todos os sistemas do edifício, como a iluminação, o AVAC (aquecimento, ventilação e ar-condicionado), a utilização global de energia (produção e consumo de energia) e outros aspetos relacionados com a segurança do edifício.

O SACE faz uma gestão global de todos estes aspetos: a sua medição e controlo são unificados numa única ferramenta que visa proporcionar eficiência na utilização da energia, maximizando o conforto ao mesmo tempo.

Através da utilização de sensores e tecnologia IoT, é possível recolher todo o tipo de informação para produzir gráficos e sistemas de alarme que ajudam os gestores a tomar as melhores decisões, tendo sempre em conta o consumo e conforto, e tão equitativamente quanto possível.

Com esta metodologia, monitoriza-se o consumo de forma constante para compreender quando, como e onde e em que quantidade a energia é consumida.

Porque é que o SACE é fundamental para a transição energética?

Com um sistema inteligente de gestão de edifícios, uma grande quantidade de informação é recolhida e processada através de algoritmos para facilitar a tomada de decisões que priorizem a otimização e melhoria do desempenho do edifício.

Assim, o SACE torna-se um elemento-chave para facilitar a transição energética necessária, uma vez que a utilização desta tecnologia num ambiente real gera:

  • Uma redução de 20% nos custos de energia;
  • Uma redução de 29% na manutenção não programada;
  • 35% de poupança de energia em 10 anos.

Este último ponto resulta da utilização da solução EcoStruxure nas próprias instalações da Schneider Electric.

O SACE permite que o funcionamento dos edifícios seja mais eficiente e económico. É uma plataforma de inovação aberta capaz de transformar qualquer edifício ou escritório num espaço inteligente.

A sua infraestrutura permite conetar hardware, software e serviços de forma segura através de uma rede IP Ethernet. Graças à utilização de sensores e à tecnologia IoT, é possível recolher uma grande quantidade de informações para otimizar o conforto no interior do edifício, melhorar as taxas de produtividade e, ao mesmo tempo, reduzir o consumo e os custos de energia, o que é fundamental para a transição acima referida.

Alguns casos de sucesso na utilização de sistemas SACE

Na Schneider Electric, implementámos SACE que geraram poupanças significativas nas seguintes infraestruturas:

  • Edifício Piovera Azul: é um edifício de escritórios com capacidade para 1.300 pessoas, no qual se efetuou uma remodelação técnica para o tornar uma referência em termos de inovação e sustentabilidade. No total, foram instalados 23 microprocessadores e 400 controladores para medir o consumo de eletricidade, CO2, humidade, temperatura, qualidade do ar, entre outros. Os resultados são muito satisfatórios, desde a poupança (entre 40 e 50%) até ao conforto e à melhoria da qualidade do ar, entre outros.
  • Hospital Fraternidad-Muprespa Habana: graças à Schneider Electric, tornou-se o hospital mais sustentável da Europa e o único em Espanha com a certificação LEED Platinum, atribuído porque o edifício consegue poupar até 43% mais de energia consumida em comparação com um edifício normal. O sistema SACE do hospital permite controlar a iluminação, as UPS, os dispositivos de deteção de incêndios, o sistema de refrigeração e o ar-condicionado, entre outros. Reduzir custos e proporcionar conforto e segurança foram alguns dos objetivos alcançados.
  • As salas de aula da Universitat Politècnica de Catalunya BarcelonaTech (UPC), no Campus de Terrassa (Barcelona): graças à tecnologia inteligente, foram instalados multisensores que se integram nos sistemas de gestão do edifício (SACE). Monitorizam os níveis de dióxido de carbono (CO2), compostos orgânicos voláteis (COV) e temperatura e humidade relativa (HR). Desta forma, é possível detetar quando a qualidade do ar diminui e, assim, ativar a ventilação, algo que permite poupar muito dinheiro. Desta forma, podemos ver como a Schneider Electric apoia instalações seguras e eficientes e que estão alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas e a sua Estratégia de Ação Climática UPC 2030.
  • Escola LYS (Barcelona): combinar a eficiência energética com uma ventilação correta é possível, se dispusermos de sistemas que nos dizem quando é melhor ventilar. A Escola LYS implementou um sistema de multisensores que permite obter dados sobre a presença de vírus no ar, níveis de dióxido de carbono (CO2), temperatura, compostos orgânicos voláteis (COV) e humidade relativa (HR), entre outros. Com esta informação sabem qual o momento mais adequado para ventilar as instalações, otimizando os custos energéticos.

Por tudo isto, podemos concluir que o SACE é uma inovação cada vez mais importante, na medida em que economiza custos, mas também reduz os danos ambientais. Esta é uma ajuda fundamental para as empresas comprometidas com a sustentabilidade e que pretendem garantir um futuro mais saudável para todos – a começar nos edifícios.

Schneider Electric Portugal
Tel.: +351 217 507 100 ∙ Fax: +351 217 507 101
pt-atendimento-cliente@schneider-electric.comwww.se.com/pt

Translate »