renováveis magazine

Smart City

Smart City e conectividade no transporte: vantagens para as cidades

As cidades inteligentes aproveitam as inovações tecnológicas para melhorar aspetos essenciais que contribuem para a nossa qualidade de vida.

Uma Smart City ou cidade inteligente é fundamentada num contexto urbano de elevado rendimento, onde se procura otimizar o uso dos recursos e o acesso aos serviços.

As cidades inteligentes aproveitam as inovações tecnológicas para melhorar aspetos essenciais que contribuem para a nossa qualidade de vida. Fatores como sensores inteligentes, conectividade, acesso a dados e aplicações na cloud são pontos chave para que os serviços se levem a cabo.

A mobilidade urbana também se beneficia da combinação de sistemas de transporte tradicionais, plataformas de tecnologia da informação modernas e análise de grande volume de dados.

Precisamente, a mobilidade é um dos aspetos que tem mudado positivamente graças à ampliação do uso de dispositivos com conectividade móvel.

A conectividade nos carros e o acesso às informações em tempo real permite-nos um uso mais eficiente do sistema de transporte.

À medida que conectamos nossos dispositivos e começamos a aproveitar os dados, estamos descobrindo os recursos das cidades inteligentes. O essencial aqui é contar com uma cobertura de internet que nos permita desfrutar da tecnologia nas nossas cidades.

Fatores chave para o desenvolvimento sustentável de uma cidade inteligente

O acesso online a sistemas de informação, governo eletrónico e cidadania digital faz parte dos dos elementos de uma cidade inteligente.

O governo eletrónico, ou administração eletrónica, consiste no uso das tecnologias de informação e comunicação (TIC) para melhorar os serviços de gestão governamental.

A cidadania digital é entendida como o processo de educação, desenvolvimento de competências e normas de comportamento exigidas pelos cidadãos para o acesso adequado às TIC.

Estes três componentes facilitam a nossa vida, com benefícios como o acesso mais rápido aos serviços, menos papel e despesas burocráticas.

Os componentes da cidade inteligente são complementados por tecnologias voltadas para a melhoria da sustentabilidade, como o veículo elétrico e sistemas eficientes de transporte público.

Ecossistema de uma Smart City

Além das inovações tecnológicas, para o desenvolvimento de uma cidade inteligente também é fundamental a criação de um ecossistema que inclua:

  • Criação constante de alianças entre os setores público e privado;
  • Intercâmbio com universidades, centros de pesquisa e empresas de tecnologia da informação e comunicação (TIC);
  • Apoio aos inovadores digitais, empreendedores, startups e empresas que desenvolvem soluções de tecnologia de ponta para os problemas do cidadão;
  • Investimento constante em investigação e desenvolvimento (P&D);
  • Recursos humanos capacitados, cultura inovadora e empresarial;
  • Conectividade e mobilidade com base no acesso a redes e à Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT);
  • Gestão baseada em dados abertos e na análise de grande volume de dados (big data).

Veículo elétrico: como melhora a qualidade de vida na cidade inteligente

O objetivo da tecnologia é melhorar a nossa qualidade de vida. Por isso, as cidades têm implementado ações como o uso de veículos elétricos e sistemas inteligentes de transporte público que têm gerado mudanças positivas:

  • Diminuição da emissão de poluentes para o meio ambiente;
  • Menor consumo de combustível e recursos não renováveis;
  • Sistemas de mobilidade pública e privada mais sustentáveis.

Smart City e Smart Mobility: bem-estar graças à conectividade

Os avanços na conectividade facilitam a nossa mobilidade diária, devido ao uso mais eficiente do transporte e à diminuição do tempo nas deslocações.

Selectra Portugal
www.selectra.pt

Translate »