Da escala de utilidade ao telhado residencial com os melhores módulos solares da LONGi

O inovador módulo de elevada eficiência da LONGi chegou a tempo de vencer o aumento dos preços da energia.

Os produtos inovadores que habitualmente estavam apenas acessíveis a grandes instalações estão a tornar-se acessíveis ao público em geral. Os proprietários de residências e pequenas empresas podem comprar agora a mesma tecnologia de módulo solar para o telhado que as grandes instalações utilizam e reivindicar a mesma eficiência, entre outras vantagens. Por exemplo, o maior fabricante de módulos solares do mundo, a LONGi, desenvolveu um inovador painel solar de elevada eficiência em 2021 para ser utilizado em larga escala e agora adaptou esse painel, o “Hi-MO5”, para ser utilizado em telhados de casas residenciais ou edifícios comerciais.

As vantagens de uma utilização em larga escala, agora no seu telhado

Os módulos solares de elevada eficiência garantem uma melhoria significativa no desempenho dos mesmos. O módulo de telhado residencial LONGi Hi-MO5 é 33% mais eficiente do que os módulos mais antigos, com 21,3% de eficiência.

O aumento da eficiência é alcançado através da combinação de uma série de novas tecnologias. Primeiro, o módulo usa células PERC bifaciais do tipo P e apresenta wafers dopados com gálio. Mas talvez o mais interessante passe pelo facto da empresa implementar uma tecnologia de “soldadura inteligente” para conectores de fita de soldadura segmentados e integrados. Isto permite que as células sejam embaladas de forma mais densa, o que significa que o novo módulo encaixa mais células solares nas mesmas dimensões, proporcionando um melhor desempenho e, até, mais energia.

Com pouco menos de 21 kg, o módulo Hi-MO5 também pode ser instalado, apesar de pesar bem menos do que é considerado o limite superior de peso de 23 kg que uma única pessoa pode suportar num telhado.

Preocupado com o clima extremo? Compare a saída de energia a > 40° C

Mas o mais notável pode ser a forma como este módulo se comporta em condições difíceis, como o clima severo. Mesmo no calor escaldante do verão, o módulo continua a produzir energia com uma elevada eficiência, perdendo apenas 0,35% da sua produção com cada grau de calor adicionado acima de 25 ºC. Para os painéis solares isso representa o estado da arte, como apontou o Head of Product Marketing da LONGi na Europa, Winfried Wahl, observando que, como a empresa fornece globalmente, os painéis são testados para as condições mais extremas para que possam funcionar em qualquer local do mundo.

Essas afirmações foram testadas na versão de escala de utilidade por instaladores independentes e empresas de manutenção, por exemplo, por um fornecedor de referência na manutenção solar na Grécia, onde o elevado calor e grandes flutuações de temperatura entre a noite e o dia criam desafios. Com 150 MW em contratos de manutenção desde que começaram em 2014, a MainTech, com sede em Atenas, está bem posicionada para comparar o desempenho da gama de módulos com os quais trabalha.

Observando a potência de saída do Hi-MO5 da LONGi em comparação com módulos de outros fabricantes em instalações de 500 kW a 1 MW, a MainTech encontrou uma divergência significativa: as outras marcas produziam menos de 1500 kWh/kW por ano, onde o Hi-MO5 gerava de 1550 a 1590 kWh/kW por ano. Durante o verão, com uma temperatura ambiente superior a 40 ºC, o pico kW com equipamentos da LONGi foi 5% maior do que o pico com outros painéis.

2000 painéis a 2000 metros: fiável em qualquer condição

Esta é uma das razões pelas quais uma instalação de energia solar recém-construída em Andorra, num terreno difícil no meio dos Pirinéus, escolheu os módulos LONGi Hi-MO5. A outra razão passa pela fiabilidade.

Com uma capacidade de 1,55 MWp, este parque FEDA é o primeiro projeto em escala de utilidade do país, operando a uma altitude de 2000 metros acima do nível do mar. Localizada num terreno com uma inclinação de até 20 graus, a instalação fotovoltaica produzirá anualmente mais de 2 milhões de kWh de energia renovável. Um elevado nível de fiabilidade é especialmente crucial nas regiões montanhosas, onde cada substituição resulta em custos adicionais significativos de logística e instalação. O Gestor de Produtos Fotovoltaicos da empresa de gestão de projetos do Grupo Noria, Angel Marrero, explicou que a “nossa equipa de engenharia e projeto optou pelos módulos LONGi porque estes são conhecidos por serem muito confiáveis ​​​​e possuem excelentes condições de garantia”.

Um fator chave para os instaladores solares que trabalham em terrenos desafiantes, como acontece com o Grupo Noria no Parque Fotovoltaico FEDA, é a fiabilidade ao nível logístico. Isso significa entregar novos módulos no prazo e em perfeitas condições, mesmo conseguindo reduzir ao máximo o custo do transporte – e diminuir a pegada de carbono dos próprios módulos. Ao nomear o módulo LONGi Hi-MO5 como vencedor, o Júri do Intersolar Awards 2021 observou que a empresa adicionou uma inovação inesperada ao Hi-MO5, com uma “logística e manuseamento inteligentes” criando uma importante “minimização de custos”. Além disso, o módulo ganhou a certificação de pegada de carbono da Certisolis, o órgão oficial francês de testes e certificação.

Mais eficiente, mais confiável, mais inovador e agora mais disponível para todos

Agora com o módulo de telhado residencial e comercial Hi-MO5, os proprietários de residências e empresas podem aceder a esses mesmos benefícios. Independentemente do clima ou do terreno, o módulo oferece uma maior eficiência e, portanto, mais eletricidade por metro quadrado. Mas especialmente para aqueles em risco de condições climatéricas mais difíceis, como com as elevadas temperaturas no verão, ou aqueles localizados em áreas mais remotas, o Hi-MO5 promete uma fiabilidade a longo prazo. Perante preços de energia crescentes e imprevisíveis, nada melhor do que saber que pode contar com a sua fonte de energia..

Longi
Tel.: +86 4008-601012
[email protected] · www.longi.com

Translate »